• 08 JUL 15
    • 0
    Saiba o que a ortodontia pode fazer por você.

    Saiba o que a ortodontia pode fazer por você.

    Ortodontia

    É a especialidade da odontologia que tem por objetivo a correção da posição dos dentes e/ou dos ossos (mandíbula e maxila) por meio de aparelhos ortodônticos e ortopédicos funcionais. O grande benefício do tratamento ortodôntico/ortopédico é a conquista de um sorriso bonito e saudável, além de melhorar a função mastigatória, melhora também a autoestima. O tratamento ortopédico em crianças, com aparelhos móveis, promove a harmonia no crescimento ósseo podendo evitar o uso prolongado de aparelhos fixos na adolescência.

    Muitos pacientes procuram o dentista com dores na musculatura da face devido à má oclusão, ou seja, o encaixe inadequado dos dentes superiores com os inferiores que causa distúrbios de articulação. Outra queixa comum entre os pacientes de ortodontia é a dificuldade de higienização devido o apinhamento dentário (dentes tortos ou mal posicionados) que ocasiona as inflamações da gengiva (gengivite).

    Mordidas erradas?

    Entre os tipos mais comuns de mordida inadequada que podem indicar o tratamento ortodôntico estão: a sobremordida (dentes superiores cobrindo exageradamente os dentes inferiores), mordida aberta (quando os dentes anteriores superiores e inferiores não se tocam, dificultando o corte dos alimentos), mordida cruzada (quando o arco inferior é maior que o superior).

    Os pacientes adultos, chamados de Classe III que apresentam aparência de queixo grande ou aqueles de Classe II que apresentam o queixo bem menor que a maxila (o inverso do caso anterior), poderiam ter evitado a desarmonia de crescimento ósseo se tivessem se submetido ao tratamento ortopédico com o uso de aparelhos móveis, na fase do crescimento ósseo, quando crianças.

    Essas situações de má oclusão acentuadas, causam desarmonia na estética facial e exigem muitas vezes, um tratamento conjunto com o especialista buco maxilo facial que irá realizar uma intervenção cirúrgica.

    São os casos de discrepância das bases ósseas dos arcos superior e inferior, entre si. Essas discrepâncias apresentam uma forte influência genética, e quando são diagnosticadas precocemente, permite que o tratamento ortopédico, realizado no momento oportuno através de aparelhos móveis, evite a correção cirúrgica na fase adulta. Nos casos de tratamentos que necessitam a intervenção cirúrgica, o tratamento ortodôntico pode ainda, ser realizado previamente para preparar o paciente para a cirurgia.

    Veja agora um vídeo muito interessante sobre um tratamento ortodôntico, realizado em 3 D pela Dolphin Imaging representada no Brasil pela Renovatio. Assista!

    Aparelhos Invisíveis

    O aparelho ortodôntico mais comum é o metálico, no entanto, o alto nível de exigência estética por parte dos pacientes fez com que as empresas desenvolvessem, uma grande variedade de materiais e técnicas usados na ortodontia que propiciam uma aparência mais discreta em relação aos aparelhos convencionais. Entre esses materiais estão os brackets de cerâmica, da cor do dente, que são cimentados na superfície do dente com cimentos resinosos.

    Destaca-se atualmente, como uma das técnicas inovadoras na ortodontia, o sistema Invisalign, que consiste em um aparelho invisível, feito sob medida, individualizado, constituído de uma placa de acetato (alinhadores removíveis) que substitui o parelho convencional. Esses alinhadores podem ser usados durante o dia e a noite, e retirado apenas para o paciente se alimentar e higienizar os dentes (escovar e passar o fio dental). Porém, é indicado apenas para casos de pequenos movimentos.

    Cuidados com a limpeza

    Vale ressaltar que pacientes portadores de aparelhos ortodônticos fixos devem ter um cuidado ainda maior em relação à higienização. Como esses aparelhos dificultam a remoção de resíduos alimentares, é preciso escovar os dentes pelo menos 3 vezes ao dia, escovar suavemente ao redor do aparelho e na gengiva para evitar a gengivite, usar o fio dental com auxílio dos passadores de fio e fazer uso de enxaguatório bucal uma vez ao dia. Consulte o seu ortodontista e saiba como higienizar adequadamente os dentes durante o tratamento.

    Dr. Bruno Segawa

    Ortodontista

    Se esse texto foi útil para você comente conosco. →

Deixe um comentário

Cancel reply

Photostream