• 07 ABR 18
    • 0
    Por que devemos sempre escovar os dentes?

    Por que devemos sempre escovar os dentes?

    Nós os dentistas da SG Odonto vamos nesse artigo mostrar quais as medidas que devemos tomar para manter dentes e bocas saudáveis.

    Antes de qualquer coisa, escovar os dentes é uma das formas de higiene pessoal básica e todos devem praticar essa ação diariamente depois das refeições para manter a saúde bucal.

    Vários tipos de bactérias vivem naturalmente na boca, formando a microbiota bucal. Porém, algumas delas são responsáveis pela formação de cárie dental e de processos inflamatórios da gengiva e por essa razão devem ser removidas por meio da escovação adequada. Os restos de alimento que permanecem entre os dentes, entram em decomposição, provocam o aumento do número de bactérias causando o mau hálito, formação das cáries e inflamação gengival.

    Por isso, deixe de lado a preguiça e a desculpa da falta de tempo! Escove os dentes depois de todas as refeições e use o fio dental. Lembre se que dentes saudáveis fazem parte de uma boa aparência e consequentemente de um auto estima elevado. Além disso, uma boca saudável permite que o indivíduo possa falar bem e mastigar o alimento corretamente, fatores esses, que contribuem para o bem-estar geral.

    Dois irmãos ainda meninos escovando os dentes juntos.

    A manutenção diária de uma boa higiene bucal diminui o risco de desenvolvimento das cáries, gengivites e outros problemas bucais.

    Mas, quais as medidas que devo tomar para ter dentes e a boca saudáveis. Como e quando escovar os dentes e como usar o fio dental corretamente?

    Então vamos às respostas:

    1) Em primeiro lugar, escovar os dentes promove uma desinfecção que diminui acentuadamente o número de bactérias prevenindo as doenças bucais. Entretanto, higienizar a boca requer tempo e técnica de escovação correta para a remoção dos resíduos alimentares e da placa bacteriana.

    2) É preciso escovar os dentes diariamente após as refeições.

    Entretanto, nunca comer e em seguida, escovar os dentes. É preciso esperar 30 minutos após as refeições, ou fazer vários bochechos com água, antes da escovação, para neutralizar os ácidos contidos nos alimentos e nas bebidas.

    Principalmente suco de laranja, limão, abacaxi e muitos alimentos com pH baixos, que em contato com os dentes, amolecem a camada externa do esmalte do dente, que é facilmente removida com a ação mecânica da escova, fragilizando o dente.

    Por essa razão, alimentos mais alcalinos, como o leite e queijo, são mais saudáveis para os dentes e devem ser indicados por aquelas pessoas que tem o hábito de petiscar durante todo o dia. Evitar também os alimentos ricos em açúcar que mantém o meio bucal com pH ácido.

    Pacientes que apresentam problemas de refluxo gástrico, devido o pH ácido, apresentam desgastes acentuados do esmalte e da dentina e muita sensibilidade dos dentes. Apresentam erosões nos dentes devido a acidez do meio bucal e as restaurações de resina e de amálgama formam verdadeiras ilhas entre os desgastes dentais. Pacientes com essas condições devem fazer várias vezes bochechos com água, antes da escovação, para remover a acidez e devem passar com um gastroenterologista para tratamento do problema, para não causar maiores danos aos dentes.

    Adolescente escovando os dentes em frente ao espelho.

    3) Prefira as escovas de cerdas macias com extremidades arredondadas. Inicie escovando os dentes superiores, pelas superfícies voltadas para a bochecha, do último molar de um dos lados para o outro, escovando dente por dente. Em seguida, nas superfícies internas dos dentes superiores, voltando para o lado que iniciou e também, nas superfícies de mastigação. Repetir esse procedimento nos dentes inferiores.

    A escova deve ficar numa inclinação de 45 graus em relação à gengiva. Nunca faça muita pressão durante a escovação e nem movimentos horizontais, evitando dessa forma a retração gengival e a abrasão dos dentes próximo à gengiva que causa a sensibilidade dos dentes.

    Escove os dentes durante pelo menos 2 minutos, tempo necessário para a remoção dos resíduos alimentares e da placa bacteriana. Faça a escovação sempre na frente do espelho, foque a sua atenção, assim você sabe se escovou todos os lados dos dentes. E nunca escove os dentes debaixo do chuveiro, durante o banho. Volte a sua atenção apenas para a escovação.

    Lembre-se que a escovação feita adequadamente remove a placa bacteriana que é uma película pegajosa e incolor que se adere à superfície do dente e é responsável pela formação da cárie e das doenças da gengiva. Se a placa bacteriana não for removida, ela de calcifica formando o tártaro.

    Criança pequena escovando os dentes.

    4) Dê preferência ao uso da fita dental, que deve ser passada entre os dentes, até a região do sulco gengival (abaixo da linha da gengiva), e não apenas passar a fita na região do contato entre os dois dentes.

    5) A língua também deve ser higienizada com a escova. Grande parte das bactérias ficam depositadas na língua.

    6) Fazer bochechos com enxaguatório bucal, durante 1 minuto e de preferência antes de dormir. Os enxaguatórios contribuem para a eliminação das bactérias que causam as lesões de cárie e as gengivites além de combater o mau hálito.

    7) E finalmente, consulte o seu dentista 2 vezes ao ano, com intervalos de 6 meses. Não se esqueça que a prevenção das doenças da boca é a maneira mais econômica, menos dolorida e menos preocupante de cuidar da saúde bucal, uma vez que o tratamento da lesão na fase inicial é mais simples e evita o agravamento da doença.

     

    Dra. Sheila Cynthia Gouw

    Se esse texto foi útil para você comente conosco. →

Deixe um comentário

Cancel reply

Photostream